24 de Junho – Dia de São João

A data em que se comemora o santo que deu origem às “Festas Juninas” é repleta de superstições para atrair um amor, fazer adivinhações, além das comidas e costumes típicos

festa-junina-baloes

A Quadrilha, fogueiras, bandeirinhas e pipoca são sempre lembradas quando o assunto é festa de São João. Mas e de onde vem esse costume?

Junho é o mês onde se festeja São João, Santo Antônio e São Pedro, e seria ganhou o nome de “Festa Joaninha”, dedicada especialmente a São João. O dia 24 de junho é o dia marcado para comemorar o santo. De acordo com historiadores, o nome joanina é vindo dos países europeus catálicos do século IV. No Brasil, ganhou o nome de junina.

Na culinária típica do festejo percebe-se a influência brasileira com a pipoca, pinhão, leite de coco, farinha de mandioca, além de costumes, como o forró, o boi-bumbá, a quadrilha e o tambor-de-crioula. Para os católicos, a fogueira, que é maior símbolo das comemorações juninas, tem suas raízes o trato feito pelas primas Isabel e Maria. Para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e assim ter seu auxílio após o parto, Isabel acendeu uma fogueira sobre o monte.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros como indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus, criando características particulares em cada região do Brasil

Comidas típicas

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos. Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.

SIMPATIAS

As superstições para atrair um amor, fazer adivinhações ou afastar o mal ganham força nas festas juninas, até pelo apelo do mês ser marcado pela comemoração de três santos. Confira algumas das principais simpatias para a época do São João.

Agulhas na bacia
Coloque, na noite do São João, duas agulhas em uma bacia com água. Se elas ficarem juntas, é provável que a pessoa troque alianças em breve.

Casamento
No dia de São João, coloque duas agulhas de tamanhos iguais em uma bacia com água contendo duas colheres de açúcar. Se no dia seguinte elas estiverem próximas, o casamento também está próximo.

Casca da laranja
Na noite do São João, descasque uma laranja, sem cortar nenhuma parte da casca, e jogue-a para trás. A letra que se formar com a casca indicará o nome do seu futuro marido.

Dinheiro
Pegue um ramo de louro e passe levemente pelo fogo. Depois, jogue-o sobre o telhado. Se no dia seguinte ele ainda estiver verde, simboliza dinheiro para este e os próximos anos.

Encontrando o amor
Coloque em uma bacia cheia de água dois pedaços de carvão, com tamanhos diferentes, e ponha-os embaixo da sua cama. No dia seguinte, você verifica a bacia. Se o carvão que colocou primeiro boiar, você encontrará a pessoa amada neste ano. Caso tenha boiado o segundo carvão colocado na bacia, o encontro com o seu amor ficará para  2011.

Nomes escritos em papéis
Escreva três nomes em três pedaços de papel, dobre-os e coloque, de forma aleatória, um no fogão, o segundo na rua e o outro no travesseiro. No dia 24, verifique o nome escrito no papel que está embaixo do travesseiro. Este será o seu futuro marido.

Papéis mágicos
Escreve o nome de vários pretendes em pedaços pequenos de papel, enrole-os, e jogue dentro de um copo com água na noite do São João. O nome do seu futuro marido estará no primeiro papel que se desenrolar.

Simpatia do Cravo
Ponha um cravo em um copo com àgua às 18 horas do dia 24 de junho. No dia seguinte, pela manhã, verifique como está o cravo. Caso ele esteja murcho, não há casamento em vista. Mas se o cravo se apresentar viçoso, é sinal de troca de alianças em breve.

Breve texto retirado do site: http://novohamburgo.org/site/noticias/pelo-brasil/2010/06/24/dia-de-sao-joao/ em 24/06/2014
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s